CRIANÇAS COM DIFICULDADE DE APRENDIZAGEM

por: Vaudete de Fátima Pichurski
Crianças com Dificuldade de Aprendizagem
Crianças com Dificuldade de Aprendizagem
Um dos maiores desafios sociais que a educação do século XXI têm é a integração e a socialização das crianças com problemas de aprendizagem. Dessa forma, para os pais que enfrentam esse problema com algum de seus filhos também é colocada essa difícil tarefa. Os problemas de aprendizagem procedem essencialmente da capacidade de contextualizar e processar a informação, assim como do desenvolvimento das destrezas. 



As habilidades afetadas com maior frequência são: leitura, escrita, processamento auditivo e da fala, raciocínio e matemática. Os problemas de aprendizagem são causados por diferenças no funcionamento cerebral e na forma pela qual o cérebro processa a informação. As crianças com problemas de aprendizagem não são incapazes ou preguiçosas. De fato, geralmente têm um nível de inteligência similar ou superior à média.

O problema reside no fato de que seus cérebros processam a informação de uma forma diferente da maioria. Não existe cura para os problemas de aprendizagem: são dificuldades para toda a vida. No entanto, as crianças com esse tipo de problema podem progredir muito e, em muitos casos, podem aprender formas de superar suas limitações. Com o suporte adequado, as crianças com dificuldade de aprendizagem podem aprender e, de fato aprendem, com sucesso. 



Não é fácil detectar quando uma criança tem problemas de aprendizagem, porém existe sim uma série de indicadores que os especialistas já identificaram para detectá-los. A maior parte desses indicadores é detectada durante o período de Ensino Fundamental. Hoje em dia se considera fundamental que tanto os pais, como os professores desempenhem um papel ativo no desenvolvimento e progresso das habilidades das crianças com dificuldade de aprendizagem. 


Os programas de educação especializada, o desenvolvimento de habilidades adaptativas e a coordenação entre profissionais, famílias e instituições para proporcionar os recursos necessários para uma inserção social adequada são o caminho para uma melhoria nos níveis de qualidade de vida. Outro caminho é contratar profissionais da educação com qualificação e experiência, pois assim poderá criar ferramentas de trabalho que auxiliarão os educandos.

Hoje em nossas escolas observamos um descaso muito grande com esses alunos, pois a família muitas vezes não sabe lidar com esse alunado, pois essas dificuldades são detectadas na escola, e a mesma cobra dos pais uma providência, mas quem trabalha com os alunos são os professores, e estes juntamente com toda a equipe devem trabalhar com cada aluno suas dificuldades. Chega de empurra - empurra de responsabilidades, cada segmento deve assumir a sua e trabalhar da melhor forma. 



Educandos, vocês apenas vão piorar a situação desses alunos ao ficarem apenas reforçando o que eles não sabem, não conseguem, e assim estarão dando o primeiro passo rumo à inserção educacional dos alunos com problemas de aprendizagem.

Fonte: PORTAL EDUCAÇÃO